Abrapa treina certificadores para a safra 2017/2018

Compartilhar
Share on emailMande esta matéria por e-mailShare on printImprimir
Postada em: 09/04/2018

Na iminência da colheita da safra 2017/2018, que, em alguns estados, já começa em maio, a Abrapa reuniu em sua nova sede, em Brasília, as empresas certificadoras do programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR) ¬- ABNT, GenesisGroup e SGS - para o alinhamento dos procedimentos e esclarecimentos de dúvidas relativas à certificação em para a safra em curso. O alinhamento foi realizado na quinta-feira, 5 de abril, terceiro dia de reuniões do Grupo de Trabalho (GT) de Sustentabilidade da Abrapa, que teve início na segunda-feira (3).

 

A programação incluiu apresentação dos resultados obtidos pelas consultorias trabalhista e ambiental na atualização das listas Verificação para Diagnóstico da Propriedade (VDP) e de Verificação para Certificação da Propriedade (VCP) para a próxima safra, a que são submetidas as fazendas que se habilitam ao ABR. Na oportunidade, palestrantes, integrantes do GT de Sustentabilidade e representantes das empresas certificadoras puderam debater acerca dos temas propostos.

 

Presente ao treinamento, Lucas Engelbrecht, da área de Certificação e Aprimoramento de Negócios da SGS, avaliou como muito positiva a oportunidade. "As associações puderam exemplificar os requisitos de sustentabilidade que são avaliados durante as auditorias, e a Abrapa apresentou os resultados dos trabalhos realizados pelas consultorias jurídicas, relativos às alterações nas legislações sócio ambientais. Isso contribui demais para a melhoria dos padrões", afirma Engelbrecht.

 

Certificadora do programa desde o início, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) enfatizou o caráter aprimorador da certificação. "Quando vamos a uma propriedade, o que desejamos não é encontrar eventuais falhas. Nosso objetivo é fazer daquela uma oportunidade de agregação de valor para o produtor rural", explicou o coordenador de certificação da ABNT, Antonio Parente.