Boas Práticas agrícolas em pauta no Congresso Brasileiro do Algodão

Compartilhar
Share on emailMande esta matéria por e-mailShare on printImprimir
Postada em: 06/09/2017

Boas Práticas agrícolas em pauta

no Congresso Brasileiro do Algodão

Planejar boas práticas agrícolas é pensar em bons resultados para toda a lavoura, com atitudes corretas dentro e fora da porteira. Esta afirmação foi defendida por especialistas da cadeia produtiva do algodão que participaram da sala temática, coordenada pelo diretor da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Celito Breda. O encontro aconteceu quarta-feira (30/08), no 11º Congresso Brasileiro do Algodão (11º CBA), evento promovido pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) e ocorre no Centro de Exposições de Maceió.

 

O presidente do Grupo Brasileiro dos Consultores de Algodão – GBCA, Rubem Staudt, pontuou que muitos produtores investem em tecnologia, mas não dão a devida atenção às boas práticas. "O algodão é uma cultura extremamente exigente às questões ambientais, então, é necessário fazer uso de atitudes corretas antes mesmo de implantar a lavoura". Em sua apresentação, Staudt destacou correção do solo, escolha do sistema, velocidade adequada de plantio, cuidados na aplicação de defensivos e tratamento fitossanitário. Apresentando dados do Mato Grosso, o técnico em agropecuária, Sérgio Vidal abordou a atuação do estado no manejo de pragas, gerenciamento de crescimento e destruição de soqueira.

 

O quê: Congresso Brasileiro do Algodão

Onde: Pavilhão de Exposições do Centro de Convenções de Maceió/AL

Quando: de 29 de agosto a 1º de setembro de 2017

Quem realiza: Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa)

 

 31/08/2017

Imprensa Abrapa/ CBA

Catarina Guedes

(71) 98881-8064

(77) 98802-0684