Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa com as principais notícias do mundo do algodão

Postada em: 13/05/2022


- Destaque da Semana – Ontem foi dia de relatório do USDA. Foi o primeiro report trazendo projeções 22/23. No mercado futuro, mais uma semana de volatilidade nos mercados, inclusive de algodão. No mercado físico, cautela por parte dos compradores.
 
- Algodão em NY – O contrato Jul/22 fechou ontem a 145,22 U$c/lp (-2,38%). Referência para a safra 2021/22, o contrato Dez/22 era cotado a 127,52 U$c/lp (+0,85%) e o Dez/23 a 94,20 U$c/lp (-0,52%) para a safra 2022/23.   
 
- Preços - Ontem (12/05), o algodão brasileiro estava cotado a 163,25 U$c/lp (- 1.125 pts) para embarque em Mai-Jun/22 (Middling 1-1/8" (31-3-36) posto Ásia, fonte Cotlook). Para o embarque Out-Nov/22: 143,0 U$c/lp (-500 pts).
 
- Altistas 1 - O relatório de ontem do USDA foi ligeiramente altista devido à estimativa de safra dos EUA abaixo do esperado (3,6 milhões de tons). Alguns analistas acreditam que o número pode ser ainda menor devido à seca por lá.
 
- Altistas 2 - Para 22/23, o órgão projeta que o consumo global será maior que a produção (26,56 x 26,36 milhões de tons), pelo terceiro ano consecutivo.
 
- Altistas 3 - O contrato Jul/22 continua pressionado pelo alto número de contratos a fixar pelas fiações, o que acaba também beneficiando Dez/22.
 
- Altistas 4 - Apesar de ter chovido esta semana no Oeste do Texas, a situação segue grave e a umidade do solo ainda é insuficiente na região.  As próximas semanas serão decisivas para definir a safra no estado, que representa em média 40% da produção dos EUA.
 
- Baixistas 1 – Com o cenário macroeconômico marcado por risco de recessão, inflação, impactos da guerra, aumento de juros e China e seus lockdowns, as bolsas estão em queda e pressionam os demais mercados. 
 
- Baixistas 2 – A perda de valor dos ativos financeiros (títulos, ações, criptomoedas), somada ao aumento dos preços causado pela inflação deve reduzir o poder de compra e com isso impactar negativamente o consumo de têxteis.

- Baixistas 3 – No mercado físico, as vendas semanais dos EUA foram as menores do ano comercial.  

- Baixistas 4 – Segundo consultorias internacionais, com a atual relação de troca algodão x fio, as margens das fiações estão baixas ou negativas, freando a demanda.
 
- Austrália – Chuvas fortes esta semana na Austrália atrasarão a colheita, afetando também a qualidade do algodão.  Lá, diferente de outras partes do mundo, o que os produtores precisam é de seca neste momento.

- Plantio - 24% da safra 2022 de algodão dos EUA foram plantados até 8 de maio, informa o USDA. O percentual está dentro da média histórica do País. 
 
- China 1 - Em abril, as exportações da China aumentaram apenas 3,7% em relação a 2021, mas ficaram bem abaixo dos 15,7% de março. Reflexo da demanda global desaquecida e dos lockdowns adotados pelo governo chinês contra a Covid-19. 
 
- China 2 - Com Xangai em lockdown há quase dois meses, até a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou esta semana um relaxamento das medidas na China, o que foi prontamente rejeitado pelas autoridades locais.
 
- China 3 - O Banco Credit Suisse publicou relatório esta semana prevendo que os lockdowns na China serão flexibilizados a partir do 2o semestre, o que pode impulsionar a economia local novamente.
 
- Índia - Exportações em alta na Índia. Em 2021/22, as vendas de produtos têxteis de algodão (incluindo pluma) foram de US$ 15,29 bilhões - cifra acima da meta oficial do governo e 56% superior aos US$ 9,8 bilhões realizados em 2020/21. 
 
-  Exportações 1 - O Brasil exportou 135,9 mil tons de algodão em abr/22. A média diária de embarque foi 19% inferior quando comparada a abr/21.
 
-  Exportações 2 - Em abril/22, os maiores importadores do algodão brasileiro foram Vietnã e Turquia, somando 58,7 mil tons para os dois destinos – 43% das exportações totais.
 
- Exportações 3 - De agosto de 2021 a abril de 2022, a China continua sendo o principal destino das exportações brasileiras (444 mil tons) e representa 32% das exportações acumuladas. 
 
- Safra 2022 1 - A colheita do algodão avançou no PR (52%) e em SP (20%). Total Brasil colhido (até 12/05): 0,2%. 
 
-  Safra 2022 2 - Ontem (12/05), a Conab manteve a estimativa de produção de algodão em 2,82 milhões tons no 8º Levantamento da safra 2021/22, alta de 19,5% em relação a 2020/21 e em linha com a projeção da Abrapa (2,187 milhões tons).
 
- Preços - Consulte tabela abaixo ⬇
01.jpeg

 WhatsApp Image 2022-05-13 at 09.10.22.jpeg

Este boletim é produzido pelo Cotton Brazil, programa da Abrapa. Contato: cottonbrazil@cottonbrazil.com