Câmara de Insumos Agropecuários tem novo presidente

Postada em: 08/06/2021


O ex-presidente e atual conselheiro consultivo da Abrapa, Arlindo Moura, presidirá a Câmara Temática de Insumos Agropecuários pelos próximos dois anos. Vinculada ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, a Câmara têm por finalidade propor, apoiar e acompanhar ações para o desenvolvimento das atividades das cadeias produtivas do agronegócio brasileiro.

 

"Nosso grande desafio é disponibilizar, aos produtores, os melhores insumos tanto na área de fertilizantes, quanto em defensivos e sementes, para que o produtor tenha os melhores produtos disponíveis no mundo pelo melhor preço possível", afirma Moura, que presidiu sua primeira reunião da Câmara, nesta segunda-feira (7).

 

Os temas prioritários ainda serão discutidos pelo colegiado, informa o novo presidente. Segundo Arlindo Moura, a agenda inclui a busca de alternativas para reduzir os impactos da reforma tributária no setor de insumos agropecuários e apoio ao Projeto de Lei 6299/02 – Modernização da Lei de Defensivos Agrícolas e ao PL do Autocontrole. Também interessam ao setor questões como a definição da lista 2021 de pragas x defensivos prioritários para  registro e a regulamentação sobre as normas para inscrição de cultivares e espécies no Registro Nacional de Cultivares - RNC e suas alterações.

 

Ainda integram a pauta a regulamentação do Decreto 10.586/2020 (sementes) quanto às diretrizes básicas a serem obedecidas na produção, comercialização e utilização de sementes e o apoio à Instrução Normativa que classifica a atividade de produção de produtos fitossanitários biológicos (biopesticidas) e estabelece parâmetros mínimos de produção on farm, entre outros temas.

 

Desde 2016, a Câmara era presidida por Júlio Busato. Este ano, como presidente da Abrapa, Busato assumiu o comando da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados do Mapa.