Produtores brasileiros e indústria têxtil chinesa estreitam relações com participação no Cotton Brazil Outlook – China

Postada em: 18/03/2021


A última quinta-feira, 10 de março, foi marcada por um importante encontro entre produtores de algodão do Brasil e representantes da indústria têxtil da China. Na data, aconteceu o Cotton Brazil Outlook China, evento promovido por Cotton Brazil, iniciativa da Abrapa (Associação Brasileira de Produtores de Algodão), em parceria com Anea (Associação Nacional dos Exportadores de Algodão) e Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), contando com a Embaixada do Brasil em Beijing e a CNCE (China National Cotton Exchange) como co-organizadores do evento.

 

Este foi o mais recente evento virtual da série, que já promoveu encontros com os mercados da Índia, Coreia do Sul, Vietnã, Turquia, Bangladesh, Paquistão e Indonésia, através do estreitamento de relações entre autoridades e especialistas do segmento nacional com empresários do ramo têxtil locais. Na ocasião, os participantes recebem informações valiosas sobre os diferenciais da pluma brasileira, suas características, dados sobre a última safra e projeções de curto e médio prazos.

 

Depois da abertura oficial com Marcelo Duarte, Diretor de Relações Internacionais da Abrapa e gestor do Cotton Brazil, o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato, deu as boas-vindas aos presentes. Logo após, o embaixador do Brasil em Beijing, Paulo Estivallet, ressaltou a importância da parceria comercial entre os dois países nas últimas décadas. Segundo ele, mesmo com a grave crise global gerada pela pandemia de Covid-19, foram atingidos recordes comerciais em 2020.

 

"As exportações de algodão brasileiro para a China cresceram 31% entre 2019 e 2020. Esta é uma comprovação de que o Brasil é capaz de produzir e comercializar grandes volumes com grande qualidade", explicou o embaixador, afirmando ainda que "o trabalho duro de produtores e autoridades fez com que o produto brasileiro seja hoje reconhecido e indicado mundialmente".

 

China é o principal mercado internacional do Algodão Brasileiro

 

De acordo com dados da Abrapa, a China, maior consumidor global de algodão, foi o maior importador da fibra brasileira, representando 30% de todo o volume embarcado no período de agosto de 2019 a julho de 2020. O país tem tido uma crescente participação nas compras de algodão brasileiro: nos últimos 5 anos, o Brasil aumentou consideravelmente o volume de algodão exportado para a China em mais de 5 vezes. Na temporada 2015/2016, foram 100.661 toneladas; na temporada 2019/2020 este número subiu para 576.680 toneladas, que renderam 916,4 milhões de dólares para o Brasil.

 

Yang Baofu, vice-diretor geral da CNCE – China National Cotton Exchange (organização que tem mais de 5.000 compradores de algodão em sua carteira na China), reconheceu a crescente importância do algodão do Brasil para a indústria têxtil chinesa e a necessidade de um estreitamento cada vez maior entre os países. "A integração do mercado e de toda cadeia da indústria de algodão da China com o Brasil formou uma exemplar cooperação ganha-ganha", afirmou. Ainda de acordo com Mr. Baofu, o evento Cotton Brazil Outlook representa "oportunidade para aumentar ainda mais o entendimento, fortalecer a cooperação, expandir a escala dos negócios da cadeia de algodão brasileiro com o mercado chinês e criar um ambiente comercial internacional saudável".

 

O webinar seguiu com as apresentações de Júlio Cézar Busato, Presidente da Abrapa; Edson Mizoguchi, Gestor de Qualidade da Abrapa; Carlos Moresco, produtor de algodão brasileiro; Henrique Snitcovski, Presidente da Anea; e Marcelo Duarte, Diretor de relações internacionais da Abrapa.  O evento contou ainda com a participação de representantes da indústria chinesa durante uma rica sessão de perguntas e respostas: Eric Weng, Gerente do Departamento de Trading Internacional da Chinatex Cotton (HK) Limited; Nana Zhao, Gerente Geral da Henan Tongzhou Cotton Trade Co.; e Kris Kong, Gerente Internacional da Hebei Xindadong Textile Co. Os convidados contribuíram com suas percepções sobre o aumento da qualidade e, consequentemente, da aceitação do algodão brasileiro pela indústria têxtil chinesa. Ainda, sugeriram ações para aumentar a participação da pluma no mercado chinês, de maneira a criar uma situação ganha-ganha para todos os elos da cadeia. O evento Cotton Brazil Outlook – China é uma das várias ações da iniciativa Cotton Brazil nos principais mercados consumidores de algodão do mundo.

 

Sobre Cotton Brazil

Cotton Brazil é uma iniciativa que nasce no final de 2020 para promover o algodão brasileiro no mercado global, depois de 20 anos de constante inovação, pesquisa e investimentos em aprimoramentos do setor. Capitaneada pela Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), em parceria com Anea (Associação Nacional dos Exportadores de Algodão), Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), Cotton Brazil pretende levar o Brasil à liderança global nas exportações de algodão através de ações como marketing digital com site em nove idiomas e redes sociais; marketing de relacionamento; eventos técnicos e promocionais; inteligência de mercado; missões com compradores e vendedores; pesquisas e parcerias estratégias.  Para coordenar de forma mais efetivas estas ações e fomentar um estreitamento nas relações com os clientes Asiáticos, a Abrapa conta com um escritório em Singapura.

Para saber mais, acesse: www.cottonbrazil.com