Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa com as principais notícias do mundo do algodão

Postada em: 13/11/2020


Algodão em NY - Prevaleceram as notícias baixistas e o contrato dez/20 em NY fechou ontem a 68,48 centavos de dólar por libra-peso (U$c/lp), com queda de 2,3% nos últimos sete dias.

 

Altistas - Na segunda, boas notícias sobre os testes de uma vacina contra COVID-19 e (mais) uma tempestade tropical nos EUA levaram o mercado para cima.  A alta não se sustentou após o furacão desviar sua rota para a Florida, ao invés das regiões produtoras do Sul dos EUA.

 

Altistas 2 - Hoje o USDA divulgou o relatório de exportações semanal.  As exportações continuam em ritmo forte, com 65 mil toneladas. As vendas também foram muito boas.  No acumulado, os EUA já comercializaram quase 70% dos 14,6 milhões de fardos projetados para o ano comercial de 2020/21.

 

Baixistas - Na última terça-feira, o USDA de maneira surpreendente, aumentou a previsão da safra de 2020/2021 (que está sendo colhida) dos EUA em seu relatório mensal de oferta e demanda. O mercado esperava que o USDA reduzisse a precisão de safra, devido ao clima adverso que afetou o Texas, o Delta e o Sudeste dos EUA.

 

Baixistas 2 - Potenciais lockdowns na Europa e EUA, devido ao aumento de casos de COVID-19.

 

Colheita americana – A colheita evoluiu, de 52% na semana passada, para 61% esta semana, contra a média dos últimos cinco anos, que foi de 57%.

 

China - A Beijing Cotton Outlook (BCO) divulgou hoje uma pesquisa sobre a indústria têxtil da China em outubro.  Os resultados mostraram que as taxas operacionais das fiações aumentaram acentuadamente no mês passado: a maioria dos entrevistados citou uma taxa acima de 90% da capacidade.

 

China 2 - Quase metade das fiações chinesas, entrevistadas pela BCO, disseram que seu consumo de algodão quase dobrou em relação a setembro, e 64% relataram um aumento em novos pedidos.

 

Turquia - A grande notícia foi a valorização da moeda turca (Lira). Após alcançar uma mínima de 8,50/US$, a moeda se valorizou 10% nos últimos dias, após troca de comando do banco central e renúncia do ministro da economia.

 

Turquia - Com a moeda mais valorizada, o mercado se movimentou, com vendedores de algodão doméstico aceitando valores mais baixos e as indústrias se voltando também para algodão importado.

 

Cotton Brazil – Nesta semana o projeto Cotton Brazil se reuniu com empresários das principais entidades do setor têxtil no Paquistão (APTMA) e na Coréia do Sul (SWAK).  As reuniões contaram com apoio das Embaixadas do Brasil nos respectivos países.  Tanto no Paquistão, quanto na Coréia do Sul, foram discutidas e acordadas ações para ampliar o comércio de algodão entre estes países e o Brasil.

 

Indonésia – Também nesta semana, a Abrapa participou do Fórum América Latina – Indonésia, promovido pelo Governo da Indonésia.  Na oportunidade, foi feita uma apresentação para empresários em Jakarta sobre qualidade, sustentabilidade e rastreabilidade do algodão brasileiro.

 

Beneficiamento - A Abrapa informou o progresso do beneficiamento da safra 2019/2020 de algodão no Brasil até ontem: Mato Grosso: 80%; Bahia: 92%; Goiás: 89%; Minas Gerais: 91%; Mato Grosso do Sul: 100%; Maranhão: 57%; Piauí: 97%; São Paulo: 100%; Tocantins: 92% e Paraná: 100%. Média Brasil: 83% beneficiado

 

Exportações - O Brasil exportou o expressivo volume de 108 mil toneladas de algodão na primeira semana de em Nov/20.  A expectativa é que, este mês, as exportações ultrapassem 300 mil toneladas.

 

Preços - A tabela abaixo mostra os últimos movimentos de preços, índices e câmbio que impactam o mercado de algodão.

WhatsApp Image 2020-11-13 at 12.53.42.jpeg