Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa com as principais notícias do mundo do algodão

Postada em: 11/09/2020


Algodão em NY - As cotações de algodão na Bolsa de NY, nos últimos dias, oscilaram para baixo com a influência negativa dos mercados de ações dos EUA, mas depois se recuperaram para fechar os últimos 7 dias no positivo.  O contrato dez/20 fechou ontem a 64,81 c/lp, com alta de 0,8% no período.

 

Altistas  - Apesar das tensões em várias áreas, os EUA seguem exportando muito milho, soja e algodão para a China.  A fase 1 do acordo comercial segue vigente e os Chineses têm se esforçado para cumpri-lo apesar das dificuldades causadas pela recessão global.  Hoje, o governo americano divulgou o relatório semanal de vendas externas e exportações, com predomínio de compras pela China mais uma vez.

 

Altistas 2 - Hoje também, o USDA liberará o importante relatório mensal de oferta e demanda para o mês de setembro.  A expectativa média de mercado, segundo pesquisa da Bloomberg, é para uma safra americana um pouco menor, exportações mais elevadas e, consequentemente, estoques finais menores no país.

 

Baixistas - Apesar da provável revisão em relação aos números dos EUA, o relatório do USDA deve confirmar as expectativas de mais um ano de superávit global da fibra, com relação estoque/uso global de mais de 90%.  Isso se não tivermos surpresas novamente no relatório. 

 

Xinjiang 1 - O governo americano anunciou que irá proibir produtos têxteis chineses produzidos com algodão cultivado na província de Xinjiang, que concentra 80% da produção Chinesa da fibra.   A proibição ocorre devido à suposta existência de trabalho forçado na região, tendo a etnia muçulmana Uighur como principal vítima.

 

Xinjiang 2 - As cadeias de suprimentos globais tornaram-se tão complexas que muitas empresas estão com dificuldades para verificar quanto de suas matérias-primas são provenientes da região.  Certamente, a demanda por algodão certificado e rastreado irá aumentar, representando ótima oportunidade para o Brasil, maior produtor de algodão sustentável certificado do mundo.

 

BCI - A Better Cotton Initiative (BCI) já havia anunciado, no início deste ano, a suspensão de todas as certificações na região de Xinjiang por conta das denúncias de violações de direitos humanos.  Importante lembrar que 75% de toda produção Brasileira é certificada BCI, respondendo por 36% de toda a produção mundial de algodão com esta importante certificação de sustentabilidade.

 

Índia – A Abrapa realizou, na manhã desta quinta-feira (10), uma reunião com o corpo diplomático do Brasil em Nova Delhi, junto com a Apex-Brasil e a Anea.  O encontro contou com a presença do embaixador no Brasil na Índia, André Correa do Lago, e do adido agrícola Dalci Bagolin, dentre outros, e é parte das ações do projeto Cotton Brazil que visa aumentar as exportações de algodão brasileiro.

 

Safra 20/21- O relatório de condição semanal desta quarta-feira mostrou níveis quase inalterados. A safra americana está classificada com 45% de boa a excelente, contra 44% na semana anterior.

 

Safra 20/21 2 - Chuvas intensas nos próximos dias são esperadas no Delta, Sudeste e Texas.  Elas estão chegando quando a safra está em fase de abertura dos capulhos, portanto podendo ser mais danosas do que benéficas.

 

Colheita - A Abrapa informou o progresso da colheita da safra 2019/20 de algodão no Brasil até ontem: Mato Grosso: 100%; Bahia: 90%; Goiás: 98%; Minas Gerais: 85%; Mato Grosso do Sul: 100%; Maranhão: 100%; Piauí: 100%; São Paulo: 100%; Tocantins: 90% e Paraná: 100%. Média Brasil: 99% colhido.

 

Beneficiamento - A Abrapa informou o progresso do beneficiamento da safra 2019/20 de algodão no Brasil até ontem: Mato Grosso: 36%; Bahia: 53%; Goiás: 62%; Minas Gerais: 53%; Mato Grosso do Sul: 78%; Maranhão: 40%; Piauí: 60%; São Paulo: 100%; Tocantins: 53% e Paraná: 100%. Média Brasil: 42% beneficiado.

 

Exportações - As exportações brasileiras de algodão em pluma totalizaram 32,2 mil tons, na primeira semana de setembro.  Considerando que foram somente 4 duas úteis nesta primeira semana, se mantida a média de embarques diários, podemos superar a marca recorde do ano passado de 164,6 mil toneladas em setembro.

 

Preços - A tabela abaixo ⬇ mostra os últimos movimentos de preços, índices e câmbio que impactam o mercado de algodão.