Programa de Qualidade da Abrapa é referência para o mercado mundial

Share on email Mande esta matéria por e-mail Share on print Imprimir
Postada em: 13/11/2019
A pedido da fabricante de equipamentos de classificação instrumental de algodão Uster, Abrapa apresenta SBRHVI e CBRA para representantes do governo chinês.

 

Além de incrementar a credibilidade e fortalecer a imagem do algodão brasileiro, o programa Standard Brasil HVI (SBRHVI) e o Centro Brasileiro de Referência em Análise de Algodão (CBRA) já são hoje referência de classificação de algodão, e modelo a seguido no mercado mundial. Nos dias 7 e 11 novembro, o CBRA abriu as portas para visitas de benchmarking, realizadas a pedido da empresa suíça Uster, líder em fornecimento de equipamentos de classificação instrumental de fibra. O programa foi apresentado a uma comitiva formada por membros do China Fiber Inspection Bureau (CFBI) e do China Fiber Quality Monitoring Center (CFQMC), equivalentes chineses do programa brasileiro. 
Entre os membros da missão, o líder do CFIB, Shuibo Xu, e o gerente técnico do CFIB, Xiong Zongwei. Representantes da Uster, Xinhei Dai, David McAlister e Kent Rinehart acompanharam a visita. Shuibo Xu é responsável pela classificação de análise de HVI na China, onde existem 17 laboratórios do governo, com 300 máquinas HVI, que classificam toda a pluma chinesa. 
 

“O fair play é muito importante no mercado global. Quando começamos a desenhar o programa SBRHVI, outros países, através de órgãos como o USDA e o ICA Bremen, cooperaram com orientação e referência para que pudéssemos dar os nossos primeiros passos. Hoje mostramos o nosso modelo para a China, que além de grande produtor é o maior mercado mundial de algodão. É uma colaboração salutar”, afirmou o presidente da Abrapa, Milton Garbugio. 

Segundo David McAlister, da Uster, o encontro foi muito importante para a troca de informações. “Estamos muito bem impressionados”, disse. “Essa aproximação é boa para os negócios do Brasil com a China e para entendermos o que precisamos fazer para melhorar o nosso programa”, afirma o gestor do programa de Qualidade da Abrapa, Edson Misoguchi. 
 
Na segunda-feira (11/11), David McAlister, o vice-presidente de vendas e serviços da Uster, Tanner Andreas, e o diretor técnico da Cotimes do Brasil, Jean-Luc Chanselme foram recebidos pela diretoria da Abrapa. Eles também visitaram os laboratórios da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e da Associação Goiana dos Produtores de Algodão (Agopa).





13.11.2019
Imprensa Abrapa
Catarina Guedes – Assessora de Imprensa 
(71) 98881-8064