Boletim de Inteligência de Mercado Abrapa com as principais notícias do mundo do algodão

Postada em: 03/06/2022


- Destaque da Semana – A semana começou com feriado nos EUA e termina hoje com feriado na China. Apesar da semana reduzida, a volatilidade mais uma vez pautou a semana, marcada por chuva no Texas e temores sobre a demanda global.
 
- Algodão em NY – O contrato Jul/22 fechou ontem a 139,11 U$c/lp (-1,07%). Referência para a safra 2021/22, o contrato Dez/22 era cotado a 120,1 U$c/lp (-3,40%) e o Dez/23 a 94,55 U$c/lp (-1,70%) para a safra 2022/23.

- Preços - Em 01/06, o algodão brasileiro estava cotado a 158,50 U$c/lp (-625 pts) para embarque em Jun-Jul/22 (Middling 1-1/8" (31-3-36) posto Ásia, fonte Cotlook). Para o embarque Out-Nov/22: 140,25 U$c/lp (-250 pts). 
 
- Altistas 1 - Embora tenha recebido chuvas esta semana, o oeste do Texas permanece em seca excepcional e precisa de muito mais umidade. O clima nesta região dos EUA é o grande indicador de curto prazo observado pelo mercado hoje.
 
- Altistas 2 - Finalmente, após dois meses de severo lockdown, os 25 milhões de habitantes de Xangai estão “livres” desde a meia-noite de quarta-feira.

- Altistas 3 - O ICAC anunciou esta semana números de demanda para 22/23 mais altos que o USDA (26,6 milhões tons x 26,1 milhões tons).
 
- Baixistas 1 – O fim do lockdown em Xangai, entretanto, não altera os rumos na política de Covid-Zero da China. O país continua em alerta total e ainda tomando medidas restritivas de controle.
 
- Baixistas 2 – A indústria têxtil na maioria dos grandes importadores na Ásia relata margens baixas ou negativas devido aos altos custos de algodão e relutância dos clientes em aumentar os preços pagos.  

- Baixistas 3 – Com inflação e juros em alta, os consumidores reduzem a compra de roupas. Receios sobre a demanda aumentam. Um dos indicadores que preocupam é o significativo aumento dos estoques dos varejistas nos últimos meses.

- Safra 2022/23 1 - Relatório mensal do ICAC divulgado nesta semana prevê que a área global de algodão para a safra 2022/23 será de 32,78 milhões ha (1% abaixo da registrada em 2022/22), reflexo da queda de 11% nos EUA, 5% na Austrália e 1% no Brasil. 

- Safra 2022/23 2 - A estimativa é de que a produção totalize 26,13 milhões tons no ciclo 2022/23. O volume supera em 0,93% o ciclo 2021/22. Um dos motivos é o aumento de 25% estimado na produção do Paquistão. 

- Safra 2022/23 3 - O ICAC informou ainda o consumo global da fibra, estimado em 26,09 milhões tons (-0,3% em relação a 21/22) e as exportações em 10,03 milhões tons (-0,6%), com estoques finais projetados em 20,38 milhões tons (+0,2%). 

- Cotton Brazil - Começa neste final de semana a Missão Vendedores rumo à Ásia. A comitiva de produtores (Abrapa) e exportadores (Anea) brasileiros passará por Indonésia, Tailândia e Bangladesh com visitas a fiações, reuniões e “Cotton Days”.

- Indonésia - O primeiro país visitado pela missão será a Indonésia, a partir deste domingo (5/Jun). O país importa anualmente em torno de 200 mil tons de algodão do Brasil, sendo o sexto maior mercado do Brasil no exterior.

- Logística - A onda de Covid-19 em Xangai acirrou as filas de navios e os atrasos nos portos. A busca por contêineres excede e muito a capacidade disponível. Os congestionamentos nos portos chineses aumentaram 30-40% nos últimos dois meses.

- Índia - A Índia anunciou que concederá subsídio de US$ 8 bilhões para compra de fertilizantes fosfatados e à base de potássio nos próximos meses para proteger seus agricultores e garantir produção.

- Plantio 1 - O plantio de algodão nos EUA está 4% à frente da média de cinco anos de acordo com o USDA. Ao todo, 68% da safra já foram semeados. Na Índia, maior produtor mundial, as chuvas de monções chegaram no último final de semana e o plantio nas áreas de sequeiro já começou.

- Plantio 2 - No Paquistão, apesar do clima seco, o plantio segue avançando.  Na África, os produtores estão em fase de aquisição de insumos ainda, enquanto na China as lavouras se desenvolvem bem.

-  Colheita 2021/22 - Até ontem (02/06): GO (2,6%); MS: (2,5%); MG (2%) PR (90%); SP (53%). Total Brasil: 1,1% colhido. Na BA e MT, uma parcela maior da área começa a ficar pronta para ser colhida.

- Preços - Consulte tabela abaixo ⬇
WhatsApp Image 2022-05-27 at 10.27.32 (1).jpeg

Este boletim é produzido pelo Cotton Brazil, programa da Abrapa. Contato: cottonbrazil@cottonbrazil.com