Câmara Setorial de Insumos Agropecuários discute desafios do setor em 2022

Postada em: 03/06/2022


Câmara Setorial de Insumos Agropecuários discute desafios do setor em 2022

 

 

Os integrantes da Câmara Setorial de Insumos Agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) manifestaram preocupação com o atraso na liberação de cargas importadas e de produtos de exportação. Desde o fim do ano passado, os auditores da Receita Federal fazem uma operação-padrão. Isso significa que a checagem da documentação e da carga é feita numa quantidade de produtos maior do que a norma. O mesmo procedimento é seguido pelos fiscais do Mapa que também vem cumprindo os prazos regimentais de trabalho. Os resultados das operações-padrão são a demora no desembaraço e liberação de produtos, atrasando os fluxos de fabricação e impactando na linha de produção das indústrias. Ficou acordado pelos integrantes da Câmara, o envio de carta aos órgãos de governo pedindo providências para a solução do impasse.  

 

A reunião, coordenada pelo presidente da Câmara Setorial, Arlindo Moura, ocorreu de maneira híbrida e serviu para discutir assuntos como o desempenho e os desafios do segmento de fertilizantes, agroquímicos e sementes. Além disso, os participantes também acompanharam a explanação do diretor de Crédito e Estudos Econômicos do Mapa, Wilson Vaz de Araújo, sobre o Plano Safra 2022/2023, que está em construção e deverá ser anunciado até o final do mês de junho. A expectativa do setor é de que o Plano seja robusto e melhor do que o vigente. Moura ressaltou a importância de o governo garantir recursos ao setor.

 

Outros assuntos, que demandaram a atenção dos integrantes, foram as ações implementadas para mitigar a logística e, consequentemente, o abastecimento de fertilizantes para o Brasil. As ações do governo, por meio do Mapa e do Ministério das Relações Exteriores, com o objetivo de diversificar e abrir novos mercados foram fundamentais para o atendimento da demanda brasileira.

 

Sobre a Câmara:

A Câmara Setorial de Insumos Agropecuários foi instalada no dia 21 de julho de 2004, pelo Mapa. Devido à grande transversalidade dos assuntos ligados às cadeias produtivas, o que caracteriza a importância dos insumos em todas elas, o organismo passou, a partir de novembro de 2005, a ser denominada Câmara Temática por decisão unânime de seus membros. Em 30 de maio de 2006, foi oficialmente criada a Câmara Temática de Insumos pela Portaria nº 137.