Checklist da certificação

Compartilhar
Share on emailMande esta matéria por e-mailShare on printImprimir
Postada em: 05/06/2018


Processos de gestão mais robustos e incremento da qualificação profissional dos trabalhadores do laboratório foram os principais avanços percebidos por um dos mais respeitados especialistas em classificação de algodão do mundo, Axel Drieling, do Centro Global de Testagem e Pesquisa do Algodão (ICA Bremen). Esta foi a sua segunda visita ao Centro Brasileiro de Referência em Análise de Algodão (CBRA), após um ano, desde o primeiro workshop realizado, em junho de 2017.

Drieling esteve na sede do CBRA, em Brasília, entre os dias 28 e 30 de maio, como consultor para a certificação internacional do laboratório, que será pleiteada este ano ao ICA Bremen, instituição de referência mundial que congrega o Faserinstitut Bremen, o Bremen Fibre Institute (FIBRE) e o Bremer Baumwollboerse (BBB). Se conquistar a chancela, o CBRA entra para o seleto grupo de 11 laboratórios do gênero no mundo, distribuídos na China, Austrália, Estados Unidos, Espanha, Alemanha, Grécia, Uzbequistão e África do Sul. Foram dois dias de consultoria para preparação do CBRA para certificação e um dia de treinamento das equipes dos laboratórios de HVI participantes do programa Standard Brasil HVI (SBRHVI).

De acordo com o especialista, uma vez que a Abrapa já está em fase final de cumprimento dos procedimentos em relação à estrutura e aos processos operacionais, o prazo até a conquista da certificação dependerá do andamento dos trâmites burocráticos, e da auditoria que deverá ser realizada no CBRA. “Uma das tarefas que cumprimos nesta segunda vinda do especialista Axel Drieling ao CBRA foi checar, item por item, o questionário que tínhamos previamente, e que deve ser muito parecido com o que receberemos do ICA Bremen, tão logo o processo de requerimento oficial for iniciado. Podemos dizer que dos cerca de 100 itens constantes do documento, em torno 95% já foram realizados”, afirma o gestor de Qualidade da Abrapa, Edson Mizoguchi. Na ocasião, Drieling também avaliou o programa SBRHVI.

checklist_certificacao-min.jpg